Como cuidar de uma orquídea? Onde colocar sua orquídea?

Como cuidar de uma orquídea – Escolha o local adequado para cultivar a sua orquídea!

Se você ganhou uma orquídea ou deseja cultivá-la em sua casa então o primeiro passo é entender onde colocar sua orquídea, não é mesmo? Como cuidar de uma orquídea é a pergunta que inicialmente fazemos!

Orquídeas são flores delicadas e que exigem um cuidado todo especial, é preciso escolher o local adequado para que sua planta se desenvolva da melhor forma possível!

Como cuidar de uma orquídea? – 4 pontos importantes a analisar

Muitas pessoas aprendem a cultivar orquídeas no interior de suas casas, geralmente na soleira da janela.  Como alguns tipos de orquídeas necessitam de condições especiais, as vezes é necessário criar uma área especial para cultivá-las.

As orquídeas não são como as outras plantas que você tem em casa pois elas não crescem na terra e também não recebem luz direta do sol.

Podemos dizer que basicamente existem 4 pontos a serem considerados quando você for escolher o local onde colocar sua orquídea, são eles:

  1. Luminosidade
  2. Temperatura
  3. Ventilação
  4. Umidade

  1. A Luminosidade Correta para cuidar de uma orquídea

“Dê mais luz as suas orquídeas “é o conselho mais comum dado a novos cultivadores de orquídeas que são incapazes de fazer as suas plantas florescerem!

Apesar de não ser o único fator, a correta quantidade de luz é sim essencial para que as orquídeas produzam lindas flores, portanto preste atenção nestas informações:

Na natureza o movimento das folhas nas copas das árvores garante às orquídeas luz filtrada e intermitente, jamais luz de forma direta. Portanto a maior parte das orquídeas se desenvolve bem se tiver luz filtrada.

Em casas ou apartamentos muitas pessoas colocam orquídeas próximas às janelas, mas nunca direto no sol, sempre protegidas por cortinas.

Portanto segredo número 1: evite a luz solar direta!

É realmente essencial que você observe se a luminosidade do ambiente é aquela adequada para suas orquídeas.

Como saber se a luminosidade é adequada ou não?

Se você prestar atenção em sua flor e observar a plantinha com cuidado diariamente então você perceberá algumas mudanças.

Os sinais na verdade serão bastante óbvios:

Se houver excesso de luz no local em que você escolher cultivar sua orquídea então as folhas começarão a amarelar.

Já ao contrário, se houver falta de luz no ambiente de suas orquídeas, então a coloração das folhas começará a ficar cada vez mais escura. As folhas tenderão também a crescer de forma mais alongada e a planta não conseguirá florescer.

Os sinais de que a iluminação é aquela correta são, portanto, folhas verdes de tonalidade clara, uniforme e com brilho.  A planta terá floração de forma regular e você verá as mais lindas flores brotarem!

  1. A Importância da Variação de Temperatura nos cuidados de uma orquídea

As orquídeas estão acostumadas a temperaturas mais altas durante o dia e mais frias à noite e exatamente nesta variação se encontra um segredo importante:

Muitas pessoas iniciantes não sabem deste segredo, mas a variação de temperatura é um dos fatores essenciais para que a orquídea possa florir. Se você deixar sua orquídea em temperatura constante ela dificilmente dará flor.

Elas precisam viver uma variação de cerca 15 graus celsius durante o dia completo!

Quando a orquídea está em ambiente externo ela naturalmente vive esta variação, apenas sendo necessário trazer a orquídea para dentro de casa se você vive em local muito frio (abaixo de 15 graus à noite).

Como funciona para quem cultiva a plantinha dentro de casa ou apartamento?

Para quem cultiva orquídeas dentro de casa, esta variação de temperatura nem sempre é fácil de ser conseguida, sendo esta a causa muitas vezes de não se conseguir a floração.

A temperatura interior deve estar acima de 15 graus Celsius o tempo todo, com temperatura mais elevada durante o dia.

Se durante a manhã e à tarde você deixou a orquídea em ambiente aberto (janela aberta, sacada, pátio sempre protegida do sol direto) então a noite leve as plantas para dentro de casa já que a temperatura vai diminuir.

Se você mora em local muito frio, por exemplo no sul do Brasil onde no inverno temos temperaturas baixas, então, se necessário, coloque papelão para isolar o frio entre a planta e a janela.

Como entender se a temperatura é a correta?

Você precisa observar sempre sua orquídea, lembre-se de que é uma relação diária de cuidado. Se você fizer isto e com um pouco de experiência e conhecimento você conseguirá entender o que sua planta precisa pois ela lhe dará alguns sinais claros.

Por exemplo, se a temperatura for muito baixa as folhas logo ficarão escuras e moles, a orquídea como um todo se tornará frágil e a planta não será capaz de se defender contra fungos e bactérias.

Como saber se a temperatura está muito elevada?

Se a temperatura estiver muito elevada as folhas apresentarão tonalidades amarelas ou pretas (sinais de queimadura).  As pontas das folhas ficarão castanhas ou irão parecer secas.

Às vezes também você irá observar que as folhas vão cair e a planta produzirá folhas deformadas.

Algumas orquídeas simplesmente entrarão em colapso se elas não puderem tolerar o calor por mais tempo, portanto tome muito cuidado com dias quentes demais.

Quando a temperatura for muito elevada, leve a planta para um pátio coberto e aumente a circulação do ar, se o dia estiver quase sem vento então se preciso utilize um ventilador para ajudar a evaporação.

  1. A importância da ventilação para a sua orquídea

A importância da ventilação é um fator amplamente ignorado pela maior parte das pessoas que inicia o cultivo de orquídeas, elas se preocupam muito com luz e água, mas sem uma correta ventilação no ambiente sua orquídea não conseguirá se desenvolver.

Na natureza as orquídeas estão acostumadas a uma ótima ventilação. Tentar reproduzir este ambiente adequado para as orquídeas é condição fundamental para seu cultivo, portanto o controle dos ventos e das correntes de ar e mesmo da qualidade do ar é essencial para sua orquídea!

Por esta razão em sua casa você precisa abrir as janelas quando o tempo estiver quente para deixar o ar circular bastante! Se necessário coloque um pequeno ventilador por perto para ajudar na tarefa.

Uma brisa constante e que atue de forma branda na planta será de suma importância para diminuir os efeitos causados pelo calor e umidade excessivos.

Porém preste atenção: a corrente de ar se for seca e quente será de ajuda para a planta, já os ventos frios e úmidos podem ser perigosos já que provocam manchas ou até mesmo o apodrecimento dos botões e das hastes.

A ventilação está diretamente ligada a umidade, é importante que o meio onde a orquídea cresce não fique molhado o tempo todo para não apodrecer as raízes. Falaremos melhor deste assunto na aula de amanhã em que trataremos da rega e também de vasos adequados.

Tenha atenção redobrada nos meses de inverno por ser um período mais frio em que a água demora mais para evaporar!

Sobre a qualidade do ar para as suas orquídeas:

Você sabia, por exemplo, que nunca deve fumar próximo de suas orquídeas? O tabaco é um fator que causa doença para a planta, portanto se você for fumante não esqueça também de lavar muito bem as suas mãos antes de manusear sua orquídea para evitar contaminação.

Na verdade, não é apenas o fumo, o acúmulo de poluentes atmosféricos provenientes dos atos de cozinhar, borrifar aerossóis, plástico e outros materiais sintéticos pode ser prejudicial para as orquídeas.

A melhor dica para diminuir a quantidade de poluição em sua casa é, sem dúvidas, abrir janelas para deixar o ar fresco entrar.

Algumas pessoas também aconselham aqueles filtros de ar que podem ser úteis para remover poeira, sujeira e alguns poluentes, porém, lembre-se de que estes filtros não atuam na remoção de gases.

  1. A dose certa de água para as suas orquídeas

O primeiro segredo importantíssimo é: regue a orquídea apenas quando o meio em que ela se encontra (o substrato) estiver é seco! Qual a razão?

A orquídea é uma florzinha toda especial, pela característica de suas raízes ela absorve a água de que precisa do ar, portanto precisamos pensar que também o ar terá um papel essencial, faz sentido?

Aposto que você nunca leu em lugar algum algo sobre regar com água e ar!

Pois bem, saiba que ao molhar as orquídeas deve haver a combinação certa destes dois elementos. A razão fundamental é que se não houver ar suficiente, o excesso de umidade fará com que o meio de cultura apodreça, propiciando doenças causadas pelos fungos e infecções.

Outro fator importante: a frequência da rega dependerá da temperatura e da umidade do ambiente.

Como precisamos regar apenas quando o substrato estiver seco você precisa lembrar que em dias de sol forte e calor a água se evapora mais rapidamente.

Como saber quando precisa regar?

Uma maneira simples de saber quando suas orquídeas precisam de água é verificar o peso dela quando estiver molhada e depois o peso quando estiver seca. Regue quando o peso baixar consideravelmente.

Você já viu fotos de cultivadores experientes em que aparece uma balança no local de trabalho? não é porque eles estão de dieta, é para controlar o peso das orquídeas! 😊

Se você não tiver uma balança e precisar usar métodos mais tradicionais então uma boa dica é colocar o dedo cerca de 2,5 centímetros no substrato para verificar a umidade.

Se o meio ficar seco a uma profundidade de 2,5 centímetros (meio dedão) então é o momento de regar.

Dica Importante: tente usar água morna no início do dia para dar chance de ela secar antes de anoitecer!

Esta dica irá reduzir a chance de apodrecimento. Lembre-se de regar cuidadosamente, não precisa ficar com receio de colocar muita água, apenas vá com calma e cuidado observando o substrato.

Não esqueça que isto é necessário, apenas borrifar um pouco de água não substitui a necessidade de uma boa rega!

Essas são as principais dicas que você precisa seguir para saber como cuidar de uma orquídea, considerando esses 4 fatores muito importantes: Luminosidade, ventilação, temperatura e umidade.

Convidamos você a conhecer o melhor curso online para aprender a cuidar de uma orquídea!

Onde colocar uma orquídea
Onde colocar uma orquídea
Acesso curso completo como cuidar de orquídreas
Acesso curso completo como cuidar de orquídreas

Leia também – Como cuidar de orquídeas